quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Lançamento do novo site e blog da ANVETEM

Convidamos todos os colegas e outros leitores a visitar o novo site da ANVETEM e o novo blog em:

www.anvetem.org/

A partir de hoje todos os conteúdos inclusive o blog estarão disponíveis neste novo site.

Visite-nos diariamente!

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Newsletter n.º 25 do Canil Municipal de Santa Maria da Feira - Displasia da Anca

Já se encontra disponível a newsletter do canil municipal de Santa Maria da Feira do mês de Novembro de 2009, subordinada ao tema: Displasia da Anca.
Poderão aceder a ela clicando na imagem.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Pedido de divulgação do Curso de Auditorias Internas

Aos colegas interessados:

Exmos. Senhores
No âmbito do programa de Formação Pós Graduada da Faculdade de Medicina Veterinária, vimos por este meio respeitosamente solicitar a V. Exas. a divulgação junto dos vosso membros, do Curso de Auditorias Internas/referenciais normativos, que decorrerá na FMV nos próximos dias 19, 20, 26 e 27 de Novembro de 2009.

Para mais informações consulte o endereço:
http://www.fmv.utl.pt/formacao/index.php?option=com_content&task=view&id=75&Itemid=26

Desde já agradecemos a Vossa atenção,
com os nossos melhores cumprimentos,
Maria João dos Ramos Fraqueza, Professora Auxiliar
Faculdade de Medicina Veterinária
Av. da Universidade Técnica, Polo Universitario, Alto da Ajuda
1300-477 Lisboa
Tel.: 00351 21 3652884
email:
mjoaofraqueza@fmv.utl.pt

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

[Madeira] Detenção de canídeos em debate

A Direcção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DRADR), através da Direcção de Serviços de Produção e Saúde Animal, desenvolverá nos meses de Novembro e Dezembro, no Auditório da DRADR, na Avenida do Mar, uma série de acções de esclarecimento sobre o tema detenção de canídeos.
Pretende-se nestas acções fazer um balanço do que tem sido a aplicação prática dos sistemas de identificação de registo de animais, tanto o sistema regional (SIRA-RAM) como o nacional (SICAFF) e, simultaneamente, esclarecer dúvidas sobre a legislação em vigor que regulamenta a posse de canídeos.
Estas acções destinam-se a todos aqueles que operam com os sistemas de registo e licenciamento de canídeos, nomeadamente, médicos e enfermeiros veterinários, canis municipais, associações zoófilas e juntas defreguesia.
As acções estão marcadas para os dias 16, 17, 23, 24 de Novembro e 7 e 14de Dezembro.

http://www.jornaldamadeira.pt/not2008.php?Seccao=1&id=137522

domingo, 8 de novembro de 2009

[Guimarães] Aqui há (muito) gato!

"Não há cheiros, nem desarrumação. A saúde e higiene dos 30 habitantes do gatil são prioridades. Todos os animais estão vacinados e esterilizados. A veterinária municipal colabora para tal."
http://www.educare.pt/educare/Actualidade.Noticia.aspx?contentid=750D1FAB1D557A27E0400A0AB8002637&opsel=1&channelid=0

Na Escola Básica 2+3 e Secundária Santos Simões, em Guimarães, há gatos pretos, cinzentos, malhados e tigres. Alguns estão colados nas portas das salas e nas paredes, mas esses são apenas para a decoração do Dia das Bruxas.
Mudaram de instalações e a população de gatos que rondava a antiga escola secundária por lá ficou indiferente à demolição do edifício. A boa vontade de não abandonar e, sobretudo, continuar a alimentar aqueles vigilantes especiais da escola foi a força motora da ideia de construir um gatil nas novas instalações da Escola Básica 2+3 e Secundária Santos Simões, em Guimarães. Após três anos de imenso trabalho, em Maio de 2009 surgia o Gatil Simãozinho, um projecto pedagógico único no país. O espaço contempla uma casa especial de paredes de madeira acondicionada para ser fresca no Verão e quente no Inverno. Um terraço onde os gatos se recreiam. E um jardim arborizado. Uma concepção de uma arquitecta local, também fã de felinos. Não há cheiros, nem desarrumação. A saúde e higiene dos 30 habitantes do gatil são prioridades. Todos os animais estão vacinados e esterilizados. A veterinária municipal colabora para tal. No intervalo a casa dos gatos enche-se de alunos que aproveitam todos os minutos para lhes passarem a mão no pêlo. "Estou a ouvir muito barulho", avisa Luísa Veiga, a professora que nunca se esqueceu de levar comida da cantina aos gatos
pioneiros, quando estes ainda habitavam os escombros da antiga escola. "Já sabem que assim os gatinhos stressam..."
Agora funciona tudo como deve. Mas construir um gatil dentro de um estabelecimento de ensino foi "trabalhoso", garante Luísa Veiga, que, além de ensinar Português e Francês é também a coordenadora do projecto. "Bati à porta de muitas empresas." Imagina-se o trabalho de "pedinchar" apoio financeiro em altura de crise e sobretudo para um projecto educativo tão
"fora do comum". Mas já muito conhecido para lá das barreiras vimaranenses.
No placard junto da biblioteca algumas notícias ilustram o interesse que o gatil tem despertado. Mais do que as fotocópias das páginas da imprensa, são os e-mails de encorajamento ao projecto de cidadãos preocupados com a defesa dos direitos dos animais que fazem o orgulho de todos: pais, professores, funcionários e alunos. "É um serviço de interesse público que a escola presta também à comunidade abrigando e tratando animais que estariam abandonados e espalhados pela cidade", garante a professora.
De um grupo de senhoras da Amadora, também amantes dos felinos, o gatil recebeu um gentil donativo de 38 euros. A quem contacta a escola via correio electrónico ou carta, os alunos que fazem parte do "clube" dos gatos respondem com igual carinho e dedicação, contando as peripécias do dia-a-dia do gatil e enviando fotos dos protagonistas. A isto, sublinha a professora Luísa Veiga, chama-se "cidadania".
"O grande objectivo deste projecto pedagógico é formar cidadãos sensíveis ao respeito pelos direitos dos animais", resume Luísa Veiga. A certeza de que os mimos e cuidados que os gatos recebem dos alunos, na maioria na casa dos 12 anos, leva a professora a acreditar piamente que "nenhum destes meninos e meninas há-de abandonar um animal".
Isto também é educação!

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

ANVETEM no World Animals Day

Reveja as centenas de eventos realizados à volta do Mundo, celebrando o Dia do Animal, no passado 4 de Outubro.

Pode ver as fotos no "slide-show"
http://www.worldanimalday.org.uk/index.asp

bem como saber mais sobre as Associações Portuguesas representadas neste"site" em:
http://www.worldanimalday.org.uk/2009/Europe/EventsReport.asp

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

GNR investiga morte de seis gamos numa quinta em Torres Novas

As autoridades estão a investigar a causa de morte de seis gamos – animal que se assemelha a um veado mas mais corpulento e de cauda comprida – que foram encontrados mortos numa
quinta em Lapas, na zona da Lameira, a poucos quilómetros de Torres Novas. Só as análises toxicológicas aos órgãos dos animais podem dizer qual a causa da morte mas para o proprietário dos gamos, o médico João Amora, tratou-se de um acto de maldade. “Os animais morreram todos na mesma noite pelo que não tenho dúvidas que foram envenenados”, disse a O MIRANTE.
“A quinta encontra-se inacessível mas através da rede da vedação poderiam atirar peças de fruta envenenada aos animais”, sustenta João Amora dizendo que no local não foram encontrados quaisquer projécteis de bala. As autoridades tiveram conhecimento do caso através de uma chamada anónima e trataram de o informar do sucedido. Depois do alarme, uma patrulha da PSP deslocou-se ao local mas, por esta não ter uma equipa especializada para este tipo de ocorrência, foi pedida a colaboração dos elementos do serviço de protecção da natureza (SEPNA) da GNR. A veterinária municipal também foi informada acerca do sucedido.
Na aldeia, todos os habitantes com quem falámos acreditam que os animais morreram à fome mas João Amora garante que estavam todos bem de saúde na altura em que teve lugar a última das inspecções periódicas, a 18 de Setembro. Apesar de se encontrarem em cativeiro os animais mantinham o seu instinto selvagem. Por vezes eram tratados por uma pessoa amiga do dono, que mora perto do local.
O proprietário criou a comunidade de gamos (neste momento composta por cinco machos e uma fêmea) há vinte anos com o objectivo de criar uma espécie de reserva natural. Disse que tudo
estava legalizado, sendo o detentor da Licença n.º 1463 de Criadores de Fauna Cinegética.
Chegou a ter na quinta 30 gamos, que entretanto foram desaparecendo. O proprietário diz que foram soltos numa zona de caça turística, porque naquele espaço não podia ter tantos animais e
optou por ficar apenas com os grandes reprodutores.
“Neste momento acabou-se a minha ideia. Já não vou comprar mais animais”, disse ao nosso jornal com poucas esperanças que os culpados, caso realmente existam, venham a ser identificados. Os animais foram enterrados no dia seguinte a terem sido encontrados, tendo esta operação sido acompanhada pela GNR.

sábado, 31 de outubro de 2009

Presença da ANVETEM na Feira do Montado em Portel

Caro Colega Médico Veterinário Municipal,

A ANVETEM informa que estará pela primeira vez, representada na próxima Feira do Montado a convite do Município de Portel.
Esta participação contará com um espaço reservado para a ANVETEM, no qual teremos como objectivo primordial divulgar os médicos veterinários municipais e as suas actividades e competências.
Este certame decorre de 27 de Novembro a 1 de Dezembro (FERIADO) e gostaríamos de poder contar com a presença dos Colegas, quer como simples visitantes do evento, quer como colaboradores nas actividades do nosso espaço.
Este é, sem dúvida, um evento politicamente importante e, também desse ponto de vista, será interessante destacar o relevo (igualmente) político que as actividades dos médicos veterinários municipais configuram, junto de uma Sociedade cada vez mais sensibilizada para o bem-estar animal e direitos dos animais, entre outros temas da nossa (muitas vezes, exclusiva) competência.
É um espaço de divulgação e comercialização dos produtos de qualidade associados ao Montado. Simultaneamente decorrerão as seguintes actividades:

- VI Jornadas Ibéricas do Montado;
- Dia da confraria do sobreiro e da cortiça;
- Concurso cabra serpentina/ VII Jornadas da cabra serpentina;
- III Jornadas do porco alentejano;
- Mostra pecuária;
- Espaço criança/ Feira do Livro;
- Mostra gastronómica " Sabores do Montado".

Ficamos a aguardar com expectativa as vossas inscrições neste evento, através da Colega Antónia de Portel - antonia.rosa@sapo.pt que consegue providenciar alojamento sem custos para os Colegas interessados.
Desde já agradecemos a colaboração de todos e, quem não poder estar presente mas queira enviar-nos "posters" ou "flyers" das suas actividades, pode igualmente fazê-lo e divulgaremos tudo no espaço que nos está dedicado.

Gratos pela atenção, esperamos poder contar com todos!
ANVETEM

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

[Nova legislação] Cães perigosos, SNIRA e REAP

Decreto-Lei n.º 315/2009. D.R. n.º 210, Série I de 2009-10-29
Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas
Aprova o regime jurídico da detenção de animais perigosos e potencialmente perigosos enquanto animais de companhia.
http://dre.pt/pdf1sdip/2009/10/21000/0823708245.pdf

Decreto-Lei n.º 316/2009. D.R. n.º 210, Série I de 2009-10-29
Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas
Procede à segunda alteração ao Decreto-Lei n.º 142/2006, de 27 de Julho, que criou o Sistema Nacional de Informação e Registo Animal, e à primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 214/2008, de 10 de Novembro, que estabeleceu o regime jurídico do exercício da actividade pecuária.
http://dre.pt/pdf1sdip/2009/10/21000/0824508248.pdf

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Mudança de site oficial e de e-mail da ANVETEM

Infelizmente a firma gestora do site da internet, de nome CERNE, contratada pela anterior direcção da ANVETEM tem demonstrado uma grande falta de profissionalismo ao não transferir a gestão do site para a presente direcção.
Assim, vimo-nos forçados a alterar o site oficial e o e-mail da ANVETEM que passará desde já a ser o seguinte:
Site - http://www.anvetem.com/
E-mail - anvetem@anvetem.com

Certos que esta alteração será para melhor servir os colegas, contamos apresentar já no próximo mês o novo portal da ANVETEM em http://www.anvetem.com/

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Aquecimento global aumenta período de transmissão da leishmaniose

Estudos desenvolvidos sobre o aquecimento global indicam que há uma tendência para o aumento da transmissão da leishmaniose canina, devido ao aumento do período de actividade dos insectos transmissores. Estima-se que em Portugal este período pode prolongar-se até Novembro.
«Devido às alterações climáticas, a época da actividade dos parasitas tem aumentado e os cães ficam mais susceptíveis e durante mais tempo a contrair infecções, transmitidas pelas pulgas, carraças e pelo insecto flebótomo. É essencial estar atento e prolongar no tempo a aplicação dos produtos anti-parasitários, como por exemplo as coleiras impregnadas de deltametrina recomendadas pela Organização Mundial de Saúde», alerta Rodolfo Neves, médico veterinário da Intervet Schering-Plough.
De acordo com o especialista é essencial que os donos dos animais estejam cientes de que até os cães que passam a maior parte do tempo dentro de casa, podem contrair a leishmaniose. Trata-se de uma doença com evolução crónica e, sem tratamento, pode levar à morte do cão.
Segundo um estudo realizado pelo Observatório Nacional das Leishmanioses, Portugal regista uma prevalência de leishmaniose considerada elevada, com mais de 110 mil cães infectados, 6% da população canina.
--------
Nota da ANVETEM:
O médico veterinário municipal é o único médico veterinário oficial que leva a efeito um plano de vigilância de várias zoonoses em animais de companhia, entre elas a leishmaniose.
De acordo com o referido plano, o médico veterinário municipal, sempre que detectar sintomas ou sinais clínicos desta grave doença, notifica o respectivo proprietário para que seja efectuado o protocolo de tratamento (paliativo) da mesma, junto de um médico veterinário clínico.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

[Viseu] Autoridades investigam morte de pombos

A PSP de Viseu está a investigar a morte de várias dezenas de pombos que apareceram no centro histórico da cidade. A câmara municipal garante que não tem nenhum programa de controlo destas aves. O alerta foi dado à PSP por vários moradores que encontraram pombos mortos no Largo de São Teotónio e na Rua Direita. "Seriam mais de cinco dezenas",contou Isilda Pereira, que mora nas imediações da Rua Direita.
A PSP esteve no local e recolheu vários indícios que apontam para "a eventualidade de os pombos terem sido envenenados", adiantou fonte desta polícia.Os moradores acreditam tratar-se de uma nova medida de controlo da população de pombos mas a autarquia desmente. "Há dois anos levámos a efeito uma monitorização da população destas aves", reconheceu ovice-presidente da autarquia. O controlo "foi feito pelo veterinário municipal e usava um produto que era colocado na água e que impedia os pombos de procriar", adiantou Américo Nunes.
O autarca esclareceu que "actualmente a população de pombos está controlada e não tem havido problemas. Por isso a câmara não tem nenhuma acção a decorrer para esse controlo", concluiu.
Carlos Vieira, da Associação Ambientalista Olho Vivo, confirmou que "os excrementos dos pombos provocam danos nos monumentos, isso é um facto inegável mas nem sequer tem sucedido muito em Viseu". O ambientalista e deputado municipal também afirmou desconhecer "qualquer medida de controlo destas aves que existem num número aceitável e não tão elevado que possa vir a causar problemas" (como já acontece, por exemplo, em Lisboa, em Setúbal e em Coimbra).
O envenenamento de animais, um crime punido por lei, está expressamente proibido a nível europeu através de várias directivas comunitárias. Apesar de em Portugal a investigação destes crimes não ser notícia, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro - frequentemente procurada pelo Ministério Público e autoridades para ajudar na investigação dos crimes contra animais - tem um serviço de ciência forense veterinária em Portugal.
O processo da morte das dezenas de pombos foi entregue ao Ministério Público de Viseu, a quem cabe agora desenvolver a acção penal.
http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1401378&seccao=Centro

domingo, 25 de outubro de 2009

[Torres Vedras] Iniciativas para incentivar a adopção de animais do canil municipal

João Libério, Júlio Isidro, Mituxa Jardim, Paula Taborda, Vasco Oliveira,Pedro Ramos e Ramos, Luís Costa Ribas, José Moutinho e Carla Cabaça Lamy são algumas das personalidades que participaram no Dia do Cão VIP que se realizou a 26 de Setembro, na Praça da Liberdade, em Torres Vedras (em frente ao posto da Polícia de Segurança Pública).
Recorde-se que o Dia do Cão é uma iniciativa organizada pela câmara municipal entre Março e Novembro (à excepção de Agosto) no último sábado de cada mês, no referido local, com o intuito de levar à adopção de animais provenientes do canil municipal, os quais são sempre entregues devidamente vacinados, desparasitados e com um chip de identificação.
Naquele Dia do Cão “especial” pretendeu-se também sensibilizar a população para os cuidados que os animais necessitam.
Com o mesmo objectivo do Dia do Cão, foi levada a cabo uma campanha entre os dias 4 de Outubro (Dia Mundial do Animal) e 11 de Outubro, promovida pela câmara municipal e o Club L, que consistiu na exposição de fotografias de animais do canil municipal nas instalações desta cadeia de health clubs situadas no centro comercial Arena Shopping.
Não fique em “pulgas”! Adopte um animal do canil municipal! Aceite este“cãovite”…

http://www.cm-tvedras.pt/outros/noticias/detalhes/?id=1302

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Licenciamento de CAMVs já homologados

Na sequência da confusão relatada por vários colegas privados junto dos MVMs (que participam na vistoria) relativamente ao licenciamento de CAMVs já homologados pelo OMV, a ANVETEM vem esclarecer o seguinte:

Foi publicada em Diário da República a Portaria n.º 1246/2009 de 13 de Outubro que estipula as taxas para o licenciamento de CAMV. Salienta-se que para o licenciamento dos CAMV já homologados pela OMV ou detentores de licença Camarária se verifica uma redução de 50% no valor desta taxa.
O presente decreto-lei não é aplicável aos centros de recolha, canis e gabinetes médico-veterinários municipais.

Comprovativo de Homologação pela OMV
O Conselho Directivo irá enviar a todos os Centros de Atendimento homologados pela Ordem, um certificado de homologação para que os CAMV homologados possam disso fazer fé perante a Direcção Geral de Veterinária, aquando do requerimento do respectivo licenciamento ao abrigo das disposições transitórias do Decreto Lei 184/2009 de 11 de Agosto, o qual entrou em vigor em 11 de Setembro de 2009.
Mais se informa que estes CAMV dispõem do prazo de um ano para requerem a respectiva licença junto da DGV.
Formulários para licenciamento de CAMV e respectivas instruções de preenchimento (via Website DGV):
* Formulário de Requerimento para exercício de actividade e funcionamento dos CAMV
* Termo de responsabilidade para o regime de declaração previa
* Instruções de preenchimento e entrega do formulário para exercício de actividade dos CAMV

http://www.omv.pt/newsletters/newsletter2009-10-22-23-50-20.html

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

[Lousã] 2.ª Campanha de Adopção de Animais

"Decorreu na Praça Sá Carneiro, na manhã do dia 17 de Outubro, a 2.ª Campanha de Adopção de Animais. Várias pessoas nos contactaram e viram os animais do canil municipal e outros que estão em Famílias de Acolhimento Temporário.
Ficaram de ser adoptados: o Vad, a Iris, o Free, o Dartacão e a Luz.
As adopções só serão concretizadas durante esta semana, pois todos os animais têm que ser chipados e registados, antes de deixarem o canil municipal."
-------
Nota: A ANVETEM identifica 2 pontos positivos nesta campanha:
1. colaboração com o canil municipal
2. adopções responsáveis e consequentes, e não "a quente", cumprindo todas as normas profilácticas e de identificação.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

[Vila Nova de Gaia] Centro de Reabilitação Animal substitui antigo Canil Municipal

video

O Centro de Reabilitação Animal já está em funcionamento. Trata-se de um moderno equipamento de recolha e tratamento de animais abandonados, que substitui o antigo canil com mais de 60 anos. Tem capacidade para 76 animais (cães e gatos), num espaço amplo de 1000 m2 dividido em 38 celas, contíguo às Oficinas Municipais. Dispõe ainda de uma clínica veterinária e de uma sala de cirurgias, que são geridas pelo Parque Biológico. "De facto, não se justificava a anterior situação de desumanização.Fizemos um compasso de espera para construir este Centro, pois tínhamos previsto um projecto maior em parceria com todos os Municípios da Área Metropolitana do Porto. Tal não foi possível, mas penso que este espaço tem uma grande dignidade", salientou Luís Filipe Menezes, Presidente da Câmara Municipal de Gaia, na sua intervenção. O novo Centro representou um investimento de 250 mil euros e não invalida a continuação das campanhas municipais de defesa e protecção dos animais."É um problema que não se trata com canis mas sim com o procedimento quotidiano de todos os cidadãos. Mas num concelho com esta dimensão impõem-se serviços deste género", justificou o Presidente da Câmara Municipal. Entretanto, a Câmara Municipal pretende triplicar o número de animais adoptados. "Em vez dos centros comerciais passaremos a fazer as campanhas no novo Centro. Nas escolas vamos continuar com as iniciativas de sensibilização para o não-abandono dos animais. Pensamos que as crianças podem ser um veículo eficaz de transmissão da mensagem", destacou Mário Fontemanha, Vereador do Ambiente. A Câmara mantém o seu ritmo de inaugurações, de acordo com um calendário próprio. "Para nós o dia 11 de Outubro foi simplesmente um dia. Esta dinâmica de desenvolvimento vai manter-se nos próximos tempos e já dentro de poucos dias vamos inaugurar novas vias estruturantes e o empreendimento social do Miradouro, em Santa Marinha", concluiu Luís Filipe Menezes.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Portaria 1246/2009 - Destino das receitas do licenciamento de CAMVs

http://dre.pt/pdf1sdip/2009/10/19800/0755007551.pdf
Portaria n.º 1246/2009. D.R. n.º 198, Série I de 2009-10-13 do Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas
Fixa as taxas devidas pelos requerentes pelos actos prestados pela Direcção-Geral de Veterinária (DGV) no âmbito dos procedimentos de declaração prévia, de autorização prévia e respectivas alterações, para os centros de atendimentos médico-veterinários (CAMV)

Para conhecimento do Médico Veterinário Municipal. Destaque para "Destino das Receitas", artigo 5º, nº 1, c): 25% para a Câmara Municipal de localização do CAMV, a título de encargos com a participação do médico veterinário municipal na vistoria.

domingo, 18 de outubro de 2009

Evolução da Higiene Pública Alimentar em Lisboa - 3a parte

Inauguração do Matadouro do Olival - 1957
Boa tarde,
junto mais um artigo sobre higiene publica.
(Veja aqui o artigo completo)
______________________________
Carlos Morbey Chefe de Divisão de Inspecção e Fiscalização
Departamento de Abastecimentos
Direcção Municipal das Actividades Económicas
Câmara Municipal de Lisboa

sábado, 17 de outubro de 2009

[Seixal] I Jornada sobre boas práticas - dia 7 de Novembro - Convite aos MVMs

O presente encontro tem como objectivo promover a reflexão sobre um conjunto de temas candentes na área da protecção de animais (sobretudo de canídeos e felídeos domésticos). São, por isso, interlocutores privilegiados as entidades, associações e particulares que desenvolvem trabalho neste domínio, que desde já convidamos.
Partimos, porém, de alguns pressupostos: não é possível tratar, de forma produtiva, numa única jornada de trabalho, os inúmeros aspectos que carecem de abordagem. Decidiu-se, por isso, que as comunicações e os períodos de debate (com arbitragem da relevância das intervenções) se subordinarão apenas aos três painéis temáticos indicados. Por outro lado, a reflexão e a partilha de experiências devem contribuir para melhorar práticas, delinear orientações sobre rumos futuros e traçar objectivos.
Procurar-se-á, por conseguinte, findo o evento, elaborar resumos e recomendações que possam nortear futuros desenvolvimentos na área.


INSCRIÇÕES PARA PARTICIPAÇÃO

Os participantes devem inscrever-se até 5 de Novembro de 2009, enviando a ficha de
inscrição em anexo para encontro.seixal2009@gmail.com.


APRESENTAÇÃO DE COMUNICAÇÕES
As comunicações deverão estar relacionadas com os painéis temáticos. A organização do encontro reserva-se o direito de proceder a uma seriação das mesmas em função da sua relevância.
Duração da apresentação: 15 minutos
Data-limite para recepção de comunicações: 25 de Outubro de 2009
Formato: Word ou Powerpoint
A lista de comunicações/oradores e o programa serão oportunamente apresentados.


ORGANIZAÇÃO DOS TRABALHOS
A cada painel de comunicações seguir-se-á um período de debate com moderador.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

ADAPO - I CãoPaper


No dia 4 de Outubro (Dia do Animal) a ADAPO - Associação de Defesa dos Animais e Plantas de Olhão, realizou o CãoPaper, evento no qual reuniu cães e donos numa série de jogos.
Começamos por tirar fotografias a todos os participantes com os seus respectivos cães antes do inicio das provas. A seguir o Veterinário Municipal conferiu se os boletins de vacinação. Depois foi a vez de 18 lindos cães começaram as provas (concurso de beleza, pinos, ordem e corrida).
Ainda houve tempo para uma demostração de ordem e obidiência feita pela AHCTA - Associação Humanistica de Cães de Trabalho do Algarve .
E para finalizar entregamos os prémios e brindes a todos os concorrentes.
Um grande Obrigado a todos... Para o ano há mais!

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

[Paços de Ferreira] Canil Municipal pronto dentro de meio ano

Já começou o movimento de terras no terreno onde vai ser construído o Canil Municipal de Paços de Ferreira, no pólo empresarial nº 3, em Carvalhosa, fora de área residenciais.
A concretização desta infra-estrutura permite colmatar uma carência de muitos anos no município, ultrapassada com o contrato realizado entre o Município pacense e o Canil de Matosinhos que permitiu à Câmara Municipal lançar uma campanha de adopção de cães abandonados, que em dois anos permitiu encontrar um lar para 180 cães de rua, cujo modelo foi solicitado e implementado por outros municípios.
O Canil Municipal estará concluído daqui a meio ano e terá, numa primeira fase 2 módulos, com 40 boxes individuais, com zona de sombra e sol.
Trata-se de uma estrutura pré-fabricada de grande qualidade, arejada e muito higiénica, que permite conferir dignidade à vida dos animais depois de retirados da rua.
O futuro canil contempla, para além dos espaços individuais para os animais, duas zonas distintas: uma sala para tratamentos pelo Veterinário Municipal e uma cozinha para preparação das refeições para os animais.
De salientar que o Canil possibilitará aos munícipes um contacto mais próximo com os animais que pretendem adoptar, que até agora o têm feito através de fotografias, colocadas no site da Câmara Municipal.
Depois de concluído o canil, é objectivo do Município prosseguir com a Campanha "Adopção com Responsabilidade", ao abrigo da qual a Câmara Municipal disponibiliza, gratuitamente o micro-chip (obrigatório por lei) e a vacina anti-rábica para os animais de rua que são adoptados.

http://www.jornaltvs.net/noticia.asp?idEdicao=182&id=22405&idSeccao=2707&Action=noticia

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Sindicato dos Médicos Veterinários aplaude lei que proíbe animais nos circos

Francisco Camacho, do Sindicato dos Médicos Veterinários, diz que é a favor da nova legislação. Francisco Camacho refere que os circos deviam ter as mesmas condições que os jardins zoológicos o que considera «impossível».
Coordenador de Doenças Infecciosas do Instituto Ricardo Jorge, Jaime Nina, afirma que a lista de doenças que pode ser transmitida pelos animais aos seres humanos é longa, mas diz que o caso dos circos «é uma gota no oceano». Jaime Nina adianta ainda que os animais têm mais facilidade de contrair doenças dos seres humanos do que o contrário e que a lei não vai ter impacto na saúde pública
A portaria é contestada pelos empresários do sector, mas os veterinários consideram adequadas as medidas que impedem os circos de comprarem animais de certo porte ou que sejam considerados perigosos, bem como a reproduçãodos exemplares que já estão na posse das companhias.
Francisco Camacho, o presidente do Sindicato dos Médicos Veterinários, realça que o controlo sanitário dos animais é muito difícil e que nem sempre estes habitam nos circos nas melhores condições. Por este motivo, é a favor da nova legislação.
Sobre este assunto, o coordenador de Doenças Infecciosas do Instituto Ricardo Jorge, Jaime Nina, afirma à TSF que do ponto de vista da saúde pública, o número de animais que vive nos circos não é de molde a representar um risco sério.
O especialista diz mesmo que o público que vai ao circo acaba por ser mais perigoso para os bichos.
http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Vida/Interior.aspx?content_id=1389439

terça-feira, 13 de outubro de 2009

IOL Diário - Circos vão deixar de ter macacos, elefantes , tigres e leões

Os circos vão deixar de poder adquirir macacos, elefantes, leões ou tigres, depois de ter entrado em vigor esta terça-feira a portaria 1226/2009 (clique para ver).
De acordo com a agência Lusa, esta divulga uma lista de espécies consideradas perigosas, pelo seu porte ou por serem venenosas, que só podem ser detidas por parques zoológicos, empresas de produção animal autorizadas e centros de recuperação de espécies apreendidas.
Desta lista de excepções não fazem parte os circos nem as lojas de animais. A nova lei irá ainda impedir a venda de cobras de grande porte ou venenosas, algumas aranhas ou lagartos.
Otárias, focas, hipopótamos, pinguins, crocodilos, avestruzes, tartarugas marinhas e de couro, assim como serpentes, centopeias e escorpiões também fazem parte desta lista.
O Ministério do Ambiente explica, no preâmbulo do diploma, que estas novas medidas têm como finalidade a conservação dessas espécies, bem como o bem-estar e saúde dos exemplares e também a garantia de segurança, do bem-estar e da comodidade dos cidadãos «em função da perigosidade, efectiva ou potencial, inerente aos espécimes de algumas espécies utilizadas como animais de companhia».
A portaria ressalva a situação dos espécimes já detidos aquando da entrada em vigor da lei, esta terça-feira, bem como dos híbridos dele resultantes, que devem ser registados no Instituto da Conservação da natureza e Biodiversidade (ICNB) no prazo de 90 dias.
Os detentores de espécimes das espécies listadas no diploma têm de ser maiores de idade e fazer o registo no ICNB.
http://diario.iol.pt/noticia.html?id=1095227&div_id=4205

[Madeira] Inauguração do canil/gatil municipal de Porto Santo

Alberto João Jardim, na inauguração de um canil/gatil na “ilha dourada”, destacou a importância de uma infra-estruturas daquelas para o turismo.
O presidente do Governo Regional disse ontem, na inauguração do novo canil/gatil do Porto Santo, que apesar do avanços verificados ao longo da história e de vivermos numa civilização de respeito pela vida, continua nahaver falta de respeito pela vida. De acordo com Alberto João Jardim, «embora a Constituição diga que a vida humana é para ser respeitada, há depois legislação que é perfeitamente inconstitucional e que, num Estado que não é sério, aparece, portanto, como sendo constitucional». Mas, prosseguiu o chefe do Executivo madeirense, «é este respeito pela vida que, muitas vezes, a própria civilização, em nome do comodismo, em nome do egoísmo, em nome de um certo epicurismo - e eu sou um epicurista - mas em nome de um epicurismo mal entendido, às vezes vai desrespeitando».
Alberto João Jardim, que começou por felicitar o presidente da Câmara Municipal do Porto Santo, pela escolha da data de inauguração destecanil/gatil dado que este fim-de-semana se assinalou o Dia do Animal, e ontem foi o Dia da Implantação da República Portuguesa, disse ainda que «há uma matriz fundamental na nossa civilização judaico-cristã que é oprimado da pessoa humana, o primado da vida. E nesse primado da vida há também um grande respeito da nossa civilização pela natureza. Não há dúvida que o século passado foi péssimo nas guerras e no desrespeito pela vida humana. Mas é um século fantástico porque se começam a desenvolver grandes movimentos que compreenderam que era preciso proteger a natureza, que era preciso haver políticas ecologistas, que às vezes são mal entendidas e que são utilizadas para fins políticos. Mas, houve uma grande consciencialização a partir do século passado, também com tudo o que dizia respeito à natureza».
O Porto Santo, tal como afirmou o chefe do Executivo madeirense, «é um centro de férias do mundo civilizado, do mundo ocidental. Tenho a certeza que será cada vez mais procurado pelos destinos, pelas mais diversas origens possíveis e todos nós sabemos o que o animal doméstico representa nas famílias dos países mais civilizados». Conforme referiu, o animal doméstico representa muito, às vezes, «porque as famílias, hoje, são pouco numerosas. E, depois, quando os filhos crescem vão trabalhar, casam-se. Há um certo isolamento. Hoje, um dos dramas da civilização desenvolvida é que as pessoas vivem melhor, têm melhores meios, mas estão mais sós muitas vezes. E aí o animal tem sido, em muitos casos, a companhia da pessoa. Não há dúvida que, embora o afecto entre seres humanos seja uma coisa completamente diferente, compreende-se que havendo o animal de estimação, que é uma companhia, que faz parte, acerta altura, do “modus vivendi” familiar, que haja também um certo sentimento de afecto em relação a esse animal». Por isso, rematou Alberto João Jardim, «quando se quer fazer grandes centros de desenvolvimento de turismo na Europa, há o cuidado de ter instalações deste género», o que levou o chefe do Executivo madeirense a felicitar, novamente, o presidente da edilidade porto-santense, pelo facto de, com verbas suportadas pela autarquia, ter tido a visão para aquela obra. A este propósito, Alberto João Jardim disse ainda que «esta é uma infra-estrutura fundamental para atrair pessoas ao Porto Santo. Mais a mais, que tem aqui também excelentes cuidados veterinários. A ilha está muitíssimo bem apetrechada, quer em pessoal humano, quer tecnicamente, quer em remédios e outras coisas que são precisas. A ilha está bem apetrechada para dar resposta a estes problemas de patologia animal». Na opinião do chefe do Executivo madeirense, este é mais um motivo de felicitação a Roberto Silva que construiu um empreendimento que não foi feita para animais. Pois, tal como afirmou, «o que fez aqui foi algo de humano, algo que foi de encontro aos sentimentos, às preocupações, às motivações do ser humano. Não tem esta obra para servir os animais, tem esta obra para servir a pessoa humana, respeitar os respectivos sentimentos e para fazer a pessoa humana se sentir mais segura e feliz, inclusivamente, no afectos que tem direito de dedicar, seja o que for».
Já o presidente da Câmara Municipal do Porto Santo, que começou por recordar que esta era uma aspiração com algum tempo, disse que a abertura deste canil/gatil é um enorme motivo de satisfação. Para isso, recordou o autarca, foi necessário fazer um grande esforço por parte da edilidade por forma a ter uma infra-estrutura daquela natureza. E é um motivo de orgulho, tal como referiu Roberto Silva, por ser «oprimeiro canil/gatil da Região, oficialmente, com todas as normas e regras como a legislação», sendo por isso com satisfação que o autarca vê aquele empreendimento no Porto Santo que, de certeza, será aproveitado por todos os porto-santenses». Conforme referiu, este canil/gatil cumpre com todos os requisitos previstos na legislação em vigor e constituirá uma mais-valia para o Porto Santo. Trata-se, segundo Roberto Silva, de um recinto que ocupa uma área 2.276, divido em três áreas, a administrativa, a veterinária e o canil/gatil propriamente dito. É composto por 37 boxes caninas, quatro de isolamento e três de maternidade e 16 boxes para gatos. Segundo Roberto Silva, o novo canil/gatil representou um investimento da Câmara Municipal do Porto Santo na ordem dos 838 mil euros.
O canil tem sala de tratamento dos cães e gatos e zonas de preparação de alimentação para os referidos animais, para além de um serviço de limpeza adequado. Esta infra-estrutura modelar, da responsabilidade da Câmara Municipal do Porto Santo, vem colmatar uma lacuna existente naquela ilha, dando assim melhores condições aos animais e possibilitar aos residentes e turistas um local onde podem deixar os animais e também tratá-los.

Nota da ANVETEM: Porto Santo destaca-se da realidade dos restantes Municípios da Região Autónoma da Madeira, apostando na contratação de médicos veterinários paraseus colaboradores e no investimento em estruturas condignas e modernas para os animais errantes (bem como equipamentos e material), beneficiando-os com as condições de saúde, segurança e bem-estar que tanto merecem, contribundo assim para um impacto positivo na protecção daprópria segurança dos cidadãos bem como da saúde pública, pois nunca é demais relembrar que saúde há uma só: saúde humana mais saúde animal.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Autarca do BE permite "rodeos"

A única autarca do Bloco de Esquerda nada tem contra o 'rodeo' que se realizou no concelho, mesmo que o partido que representa o queira proibir. Na oposição, sobretudo à esquerda, já se tenta capitalizar.
Sábado foi noite de 'rodeo' à brasileira, na Praça de Touros de Salvaterra de Magos. O acontecimento nada teria de extraordinário, não fosse o caso de este ser o único município do País presidido por uma autarca eleita pelo Bloco de Esquerda, único partido que incluiu a proibição dos 'rodeos' no seu programa eleitoral das legislativas.
A Câmara de Salvaterra de Magos, é certo, nada teve a ver com a organização deste espectáculo. A praça de touros pertence à Santa Casa da Misericórdia e foi alugada por uma noite pela produção do 'rodeo' que está em digressão pelo país. Mas foi o suficiente para abrir polémica.
Desde logo, polémica partidária, pela mão da CDU, com o deputado António Filipe a sublinhar no twitter que "o trabalho autárquico de Salvaterra de Magos está nos antípodas do que o Bloco de Esquerda defende - e não só nos 'rodeos'". Mas também polémica sobre o dito evento, com outro deputado, ao caso socialista - e vereador da Câmara de Salvaterra de Magos - Nuno Antão, a comentar na mesma rede social "o grande barrete que esta malta levou no 'rodeo' . Pagaram 10 euros de entrada para ver os brasileiros aos saltos em cima de cabrestos e os cavalos não chegaram a vir".
A presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, Ana Cristina Ribeiro, afirma-se aficcionada e defensora dos touros de morte. "O facto de ser aficcionada e do Bloco ser contra os 'rodeos' e os touros de morte não impede que em Salvaterra de Magos a presidente eleita pelo Bloco seja aficcionada", afirmou ontem Ana Cristina Ribeiro.
A autarca justifica esta aparente contradição com "o enorme respeito ente nós e os dirigentes do Bloco, em que eles respeitam as opções da sua presidente em Salvaterra, assim como eu respeito as opções e linhas estratégicas do Bloco". Quanto a Francisco Louçã, não comentou o caso.

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1381525&seccao=Sul

domingo, 11 de outubro de 2009

[Sintra] Novo canil custa um milhão e meio

Até ao final de 2010 o Gabinete Médico Veterinário Municipal de Sintra irá dispor de novas instalações com canil e gatil, onde a autarquia vai investir um milhão, quinhentos e trinta mil euros.
As novas instalações vão nascer ao lado do velho canil, no local onde funcionou o matadouro de Sintra. O equipamento vai ter sala de cirurgia, área de adopção para até 200 animais, local para animais de grande porte e 54 'celas' de quarentena. "Desconheço outro igual, embora haja bons exemplos de menor dimensão", revela Alexandra Pereira."Esta equipa criou um novo nível de exigência em relação ao bem-estar animal e hoje temos um Gabinete Médico-Veterinário muito diferente do que encontrámos depois de 30 anos em que não se fez nada em Sintra", considera o vereador.

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1380567&seccao=Sul

sábado, 10 de outubro de 2009

[Dia do Animal] Uma imagem vale mais que mil palavras

[Angra] Cãominhada "invadiu" as ruas da cidade

[Coimbra] Estrelas de quatro patas brilharam no Parque Verde

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

[Mirandela] Abertura de concurso para MVM

Aviso n.º 17548/2009
Torna -se público que, por Despacho datado de 23 de Setembro de 2009, do Sr. Vereador a Tempo Inteiro da Câmara Municipal de Mirandela— José Assunção Lopes Maçaira, se encontra aberto procedimento concursal comum para constituição de relação jurídica de emprego público por tempo indeterminado, tendo em vista o preenchimento dos seguintes postos de trabalho previstos e não ocupados no Mapa de Pessoal do Município aprovado em sessão da Assembleia Municipal de 5 de Junho de 2009, mediante proposta aprovada em reunião de Câmara de 20 de Maio de 2009:
(...)
Referência H — Um (1) Técnico Superior — Veterinária;

http://dre.pt/pdf2sdip/2009/10/194000000/4064040645.pdf - ver referência H

Seminário (gratuito!) "Desafios e Soluções para o Sector Alimentar" - 21 de Outubro - Hotel Tivoli Oriente

Para os colegas interessados:

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Poster do colega Duarte Lopes de Vinhais sobre Equinococose

EQUINOCOCOSE/HIDATIDOSE - ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO NO CONCELHO DE VINHAIS
Diz Lopes
Médico Veterinário Municipal de Vinhais


1. Introdução
A notificação de doenças de declaração obrigatória e adopção de medidas de profilaxia, constitui uma das competências dos Médicos Veterinários Municipais instituídas pelo Decreto-Lei n.º 116/98 de 5 Maio. Durante os anos de 2004 a 2006 foi realizado um estudo epidemiológico exaustivo sobre a Equinococose/Hidatidose no Concelho de Vinhais, com a participação do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (Castro et al. 2006). Nos suínos foi quantificada em 30% a positividade serológica. Nos ovinos este valor situou-se nos 25%. No hospedeiro definitivo, em 330 amostras de fezes de canídeos, os resultados da coprologia detectaram 14% de ovos de Taenia spp., por PCR verificou-se que metade, 7%, eram E. granulosus.

2. Metodologia
Com este cenário de doença endémica muito prevalente no Concelho de Vinhais, foram implementadas diversas medidas de profilaxia e vigilância epidemiológica. Como complemento a estas medidas e enquanto não são determinadas outras acções de avaliação e monitorização da evolução desta doença, realizou-se no ano lectivo 2007/2008 um inquérito simples aos 181 alunos do 1.º Ciclo do Agrupamento de Escolas D. Afonso III. Este inquérito contou com a colaboração dos professores e respectivos encarregados de educação e teve como objectivo conhecer factores de risco relacionados com a doença.

3. Resultados
Posse de canídeos Sim: 92% (166) Não: 8 % (15)
Alimentação com restos alimentares e víscerasSim: 78% (142) Não: 22% (39)
Desparasitação dos canídeos Sim: 83% (151) Não:17% (30)
Inquérito a 181 Alunos do 1.º Ciclo do Agrupamento de Escolas D. Afonso III – Vinhais

4. Conclusões
A Equinococose/Hidatidose é uma doença endémica no Concelho de Vinhais e provavelmente em todo o interior Transmontano, dada a similitude dos sistemas tradicionais de produção pecuária. O inquérito realizado constata que as crianças do 1.º ciclo do ensino básico, constituem um grupo de risco, 92% possuem e contactam regularmente com canídeos, para o qual deverão ser direccionadas acções de profilaxia e educação sanitária específicas. Na avaliação e monitorização desta doença afigura-se muito importante uma articulação efectiva entre as diferentes entidades que actuam na área da Saúde Pública, não podendo considerar admissível que em pleno Século XXI esta doença tenha uma expressão endémica tão significativa.

Participação dos MVMs no VI Congresso da Ordem

Decorreu nos dias 3, 4 e 5 de Outubro, no Centro Cultural de Belém, o VI Congresso da Ordem dos Médicos Veterinários, tendo a cerimónia oficial de celebração do Dia do Médico Veterinário tido lugar no dia 4, igualmente Dia do Animal e de São Francisco de Assis.
Presentes estiveram numerosos Colegas MVM, quer como congressistas, oradores, em apresentação de "posters" e/ou moderadores.

Destaque para as comunicações sobre agressividade em cães e gatos, de extremo interesse para quem como nós gere CROA's, já que um dos principais motivos pelos quais os donos abandonam e entregam os seus animais para eutanásia é a agressividade, entre outros problemas comportamentais(também abordados).
Destaque também para a excelente intervenção da Colega Alexandra Pereira (MVM Sintra) no painel "Ética e Deontologia" - "Boas práticas em medicina veterinária municipal", bem como, numa outra mesa, para o debate em torno dos produtos tradicionais, com a intervenção da Engª Ana Soeiro (Associação Qualifica) e dos Colegas Duarte Lopes (MVM Vinhais) e João Paulo Costa (MVM Boticas).
Na galeria de "posters", contámos igualmente com a participação activa do Colega de Vinhais, que apresentou o trabalho denominado: "Equinococose/ Hidatidose: Estudo Epidemiológico no Concelho de Vinhais."
Igualmente interessante e acesa foi a nossa participação na mesa redonda/debate "Clínica de animais de companhia, situação presente/ perspectiva futura", na qual foram abordados temas suscitados pelos Colegas presentes, como a exclusividade de funções do mvm, o exercício de clínica médico-veterinária em "consultórios", denominados"municipais" e a realização de campanhas massivas de esterilização de animais recolhidos nos CROA que são posteriormente reencaminhados para uma adopção consciente e responsável.
Já no Domingo e último dia do evento, foi apresentada pela APMVEAC, com quem pretendemos em conjunto divulgar este programa, o projecto "Blue Dog", um contributo para a prevenção de ataques de cães nomeadamente em crianças e no seio familiar, tendo como alvo de sensibilização e informação, escolas, famílias, delegações de saúde e hospitais, associações promotoras da segurança infantil e quaisquer outras entidades interessadas em colaborar na prevenção dos episódios de agressividade, também eles um problema de saúde pública, além de segurança.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Video sobre a Raiva/ Semana Europeia de Veterinária

Lançamento da Semana Europeia da Veterinária 2009
A Conferência de lançamento da Semana Veterinária Europeia 2009 teve lugar em Bruxelas, no passado dia 28 de Setembro, sob o título “Animais + Humanos = UMA SAÚDE”/ "Animals + Humans = ONE HEALTH".
Este evento, que contou com a participação de mais de 400 conferencistas, da União Europeia e países terceiros, iniciou-se com a intervenção da Comissária para a Saúde, Androulla Vassiliou, que sublinhou o sucesso alcançado com esta iniciativa em 2008, bem como com o roadshow que percorreu as principais feiras veterinárias e agrícolas da Europa, realçando a necessidade de maior reforço na cooperaçao entre saúde humana e veterinária no futuro.
Tendo como principais temas a Raiva, Encefalopatias Espongiformes Transmissíveis (TSEs) e Influenza, os oradores da DG SANCO (Direcção Geral da Saúde e Consumidor, U.E.), a OIE, FAO, OMS, e ECDC, entre outros, demonstraram a importância e também os benefícios alcançados na cooperação ente diferentes profissões do ramo da saúde. A Semana Europeia da veterinária realizou-se em 2008, e agora em 2009, e tendo em consideração o seu sucesso, a Comissão Europeia anunciou que esta iniciativa irá continuar no ano 2010.
As apresentações desta conferência estão disponíveis no Website da DG Sanco.
Um video informativo sobre a raiva foi apresentado durante a conferência, que coincidiu com a celebração do Dia Mundial da Raiva.
Veja o video em Português no youtube sobre esta importante zoonose (raiva):

Relembra-se que este ano, a Semana Europeia da Veterinária conta com a colaboração dos estudantes de Medicina Veterinária dos países participantes, que irão organizar várias actividades a nível nacional. Em Portugal, a Associação de Estudantes do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, Universidade do Porto, em colaboração com a Associação Nacional de Estudantes de Medicina Veterinária (ANEMVet), serão responsáveis pela organização das actividades. Para mais informações consulte:
http://www.omv.pt/noticias/semana-europeia-da-veterinaria-2009

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Campanha de esterilização com os VSFs Portugal


Por este meio dou conhecimento aos colegas do sucesso obtido na acção de esterilização em conjunto com os Veterinários sem Fronteiras Portugal desenvolvida nos dia 26 e 27 de Setembro no CROA de Valongo a fim de ajudar as associações que cuidam de animais vadios e não têm possibilidades de os esterilizar.
A acção decorreu bastante bem, tendo-se esterilizado todos os animais previstos, ou seja mais de 30 animais. Todos os animais foram ainda identificados por microchip, e os cães vacinados contra a doença da Raiva.
Os Veterinários sem Fronteiras forneceram os materiais necessários e a mão-de-obra, tendo apenas a Autarquia fornecido o alojamento e a sua alimentação.
É assim fácil que os colegas possam criar esta ponte entre as Associações e os VSF, ajudando assim quem mais precisa.
Aproveito este post para agradecer à Presidente dos Veterinários sem Fronteiras Portugal, a colega Conceição Peleteiro e a todos os seus voluntários pela excelente organização e método, que permitiu levar esta acção a bom termo e que permitirá ainda elaborar futuras acções com mais colegas que estejam interesados.
Fernando Rodrigues
Valongo

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

[MVM Lourinhã] Dia do Animal celebrado com esterilizações de animais errantes

No contexto da celebração do Dia Do Animal e da Semana Europeia da Veterinária (sob o lema "saúde animal mais saúde humana = uma só saúde"), a Câmara Municipal da Lourinhã promoveu, em colaboração com a Associação Projecto JAVA, mais uma sessão de esterilização de cadelas vadias recolhidas no Concelho, realizada pelo Médico Veterinário Municipal.
Após rigoroso exame clínico médico-veterinário, estes e outros animais igualmente recuperados das ruas, foram reencaminhados para uma adopção consciente e responsável.
Esta cooperação alarga-se também a Associações de Protecção Animal Internacionais, que adoptam os animais portugueses e os reencaminham para lares com todas as condições, nomeadamente na Holanda, dando disso mesmo informação de retorno às suas congéneres nacionais.
Ilustrando assim, uma vez mais, a valia que representam os serviços veterinários municipais, crescentemente considerados como um bem-público inestimável por parte da sociedade em geral e dos amigos dos animais emparticular, a Lourinhã dá um bom exemplo, respondendo aos apelos de Munícipes e Utentes do Concelho, cada vez mais preocupados e sensibilizados para a protecção e bem-estar animal, a defesa da saúde pública, afinal, uma só saúde entre humanos e animais.


domingo, 4 de outubro de 2009

[MVM Montijo] Oferta de Microchips no Dia do Animal

No âmbito das comemorações do Dia Mundial do Animal, a Câmara Municipal do Montijo irá ofertar, no dia 7 de Outubro, a identificação electrónica a canídeos com a vacinação anti-rábica em dia, desde que os donos compareçam nas instalações do Gabinete de Sanidade Pecuária no Parque de Exposições de Montijo, entre as 9h00 e as 11h00.
Os proprietários devem apresentar o Bilhete de Identidade e o Boletim Sanitário.

http://www.mun-montijo.pt/pt/conteudos/noticias+e+eventos/noticias/destaques/Autarquia+oferece+microchips.htm

sábado, 3 de outubro de 2009

[MVM S. João da Madeira] uma acção de sensibilização no dia do Animal

Neste domingo, 4 de Outubro, o Centro de Recolha/Canil Intermunicipal da Associação de Municípios de Terras de Santa Maria e a Associação dos Amigos dos Animais de S. João da Madeira (Ani S.João) marcam presença em mais uma edição do "Mercadinho de Rua", na Praça Luís Ribeiro.
Durante a iniciativa, que decorre ao longo do dia, será feita a divulgação de actividades, distribuição de panfletos e sensibilização contra os maus-tratos e abandono dos animais, acções que contam com o acompanhamento da médica veterinária municipal.
A participação do Canil Intermunicipal e da "Ani S. João" no"Mercadinho de Rua" de S. João da Madeira é uma forma de assinalar o Dia Mundial do Animal, 4 de Outubro. Esta data celebra-se desde 1930 em numerosos países, tendo sido adoptada por ser dedicada, no calendário religioso, a São Francisco de Assis, santo católico patrono dos animais.

http://www.cm-sjm.pt/index.php?oid=12588&op=all

[MVM Coimbra] Encontro de animais adoptados no Dia do Animal


[MVM Almada] Campanha de Adopção do Concelho de Almada no dia do Animal

Olá a todos!
Dia 4 de Outubro comemora-se o dia do animal. Um dia de particular importância para quem luta todos os dias para que a interacção homem-animal seja dignificada e assuma um papel de maior relevo na sociedade moderna.
Sobre essa égide vamos realizar mais uma campanha de adopção do Parque da Paz da cidade de Almada, Domingo dia 4 das 9h às 17h.
Está convidado a visitar-nos e interagir com os animais que disponibilizamos para adopção.
Os melhores cumprimentos.
PS: para mais informações clique aqui!
Mário Bruno S. F. P. Magalhães
Médico VeterinárioPartido Veterinário - Câmara Municipal de Almada
Telefone: 21 254 97 00

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

[MVM Alcochete] Vacinação e microchips grátis na véspera do Dia do Animal


No próximo sábado, 3 de Outubro, a Autarquia de Alcochete vai assinalar o Dia Mundial do Animal, que se celebra oficialmente no dia seguinte, com a realização de um conjunto de iniciativas que visam sensibilizar a população para os direitos dos animais, educar as crianças para a sua protecção e respeito e promover a adopção dos cães que estão à guarda do Canil Municipal de Alcochete.
Durante a manhã, das 9h30 às 12h00, as crianças são convidadas para um atelier de pintura de t´shirt´s alusivas à temática e, às 11h00, o público pode assistir a uma demonstração com cães de busca e salvamento pela Associação Cinotécnica de Busca e Salvamento.Após o almoço, às 14h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, realiza-se uma palestra sobre métodos terapêuticos com participação de animais, e entre as 15h30 e as 17h00, a Veterinária Municipal vai gratuitamente proceder à vacinação anti-rábica e à identificação electrónica (colocação de chip) em cães. Para o efeito, os donos dos animais devem apresentar a Caderneta do Animal e o seu documento de identificação pessoal (BI ou Cartão do Cidadão).Às 16h00, a iniciativa encerra com uma demonstração de treino de obediência com cães do Canil Municipal, treinados por jovens voluntários do Canil de Alcochete.

Programa:
9h30 - Sessão infantil com Atelier de Pintura de T-ShirtsLocal: Largo de São João

11h00 - Demonstração com cães de busca e salvamento pela Associação Cinotécnica de Busca e Salvamento Local: Largo de São João

14h30 - Palestra sobre Métodos Terapêuticos com Apoio de Animais, pela terapeuta Dra. Carla Azevedo e pela Monitora de Equitação especializada em Hipoterapia, Sra. Mónica Silva. Local: Salão Nobre dos Paços do Concelho
15H30 às 17h00 - Acção Gratuita de Vacinação Anti-Rábica e de Identificação Electrónica de Animais, pela Médica Veterinária Municipal, Dr.ª Maria João Ramos.Local: Largo de São João.

16h00 - Demonstração de treino de obediência com os cães do Canil Municipal de Alcochete Local: Largo de São João

[MVM Vila do Conde] Lançamento de campanha contra o abandono no dia do Animal

Junto envio o flyer que irá ser distribuído em Vila do Conde , para comemoração do dia do animal e também do dia da raiva.
No mesmo dia é iniciada a campanha contra o abandono , organizada pelo munícipio e pela LPDA Norte (quevai passar a ter um polo em Vila do Conde) , com o apoio de rádios e jornais locais ,colocação de outdoors e cartazes nas escolas do munícipio.
No flyer já vem a imagem da campanha referida.

Cumprimentos,
Cláudia terroso

Flyer:

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

[MVM Ponta Delgada] Passeio com cães do canil no Dia do Animal

O Canil Municipal de Ponta Delgada vai comemorar o Dia Internacional do Animal, a 4 de Outubro, com a iniciativa “Caominhada”.
Trata-se de uma iniciativa conjunta da Câmara de Ponta Delgada e de um grupo de cidadãos anónimos, que tem como principal objectivo proporcionar momentos de liberdade aos cães que se encontram no Canil Municipal, mas também chamar a atenção para os direitos dos animais.
Segundo uma nota de imprensa da Câmara de Ponta Delgada, a “Caominhada” consiste num passeio com os cães do canil, concedendo a estes animais alguns momentos de liberdade e interacção com as pessoas que estejam interessadas em colaborar nesta iniciativa que pretende, também, promover a adopção de animais abandonados.
Pretende-se ainda consciencializar as pessoas para o respeito pelos animais e chamar a atenção para os cuidados e para a protecção dos mesmos.
A autarquia informa que as pessoas que estiverem interessados em participar na “Caominhada” podem inscrever-se na página online da Câmara Municipal de Ponta Delgada.
A saída dos animais do Canil Municipal está marcada para as 9h30 do dia 4 de Outubro e a “Caominhada” será feita até ao parque de estacionamento do Estádio de São Miguel.

[CM Mangualde] Iniciativas na biblioteca no Dia Mundial do Animal


A Câmara Municipal de Mangualde vem convidar-te a participar na comemoração do Dia Mundial do Animal que se realiza no dia 10 de Outubro na Biblioteca Dr. Alexandre Alves a partir das 14:30h:
- Sensibilização sobre a importância da espécie animal - GRUMAPA
- Sessão do cinema com o filme “Marley e eu” de David Frank.

[MVM Valongo] Passeios de burro e Benção dos animais no Dia Mundial do Animal

Pela nona vez consecutiva será celebrado pela Autarquia de Valongo o Dia Mundial do Animal.
Teremos neste dia inteiramente dedicado aos animais, uma demonstração canina de Mondioring, a tradicional benção dos animais, e um desfile de moda canino.
Paralelamente decorrerão outras actividades, tais como, passeios de burro grátis, um workshop de tosquia, uma campanha de adopção de animais do centro veterinário Municipal, a oferta de brindes, entre muitas outras.

Apareça com o seu melhor amigo.



quarta-feira, 30 de setembro de 2009

[MVM Seixal] Campanha de adopção e desfile de animais no Dia do Animal

A iniciativa Animais em Festa, comemorativa do Dia Mundial do Animal, arranca já esta sexta-feira, dia 2 de Outubro, com uma visita dos alunos das Escolas Básicas do 1.º Ciclo do concelho, à Mostra de Animais Exóticos e de Fantasia, na Quinta dos Bichos, em Fernão Ferro.
A festa prolonga-se pelo fim-de-semana, na Fábrica de Lanifícios de Arrentela, com campanhas de adopção, desfiles de animais do Canil/Gatil Municipal, actividades hípicas e muitos ateliês temáticos.Destaque ainda para o sorteio, realizado em parceria com a Loja Zoobotânica, situada na Cruz de Pau, que irá contemplar dois visitantes com um vale de 30 Euros em produtos.

Mais informações disponíveis na recepção, à entrada do recinto.

Consulte o programa completo. A entrada é livre.

[MVM Torres Novas] cartaz do Dia Mundial do Animal


Junto envio o cartaz relativo às actividades do Dia Mundial do Animal, promovidas pelo canil intermunicipal de Torres Novas.
Um beijinho
Lurdes Santos

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Importantes considerações sobre o Dia da Raiva... feitas por associações animais!

O Jornal de Notícias convidou ontem duas dirigentes de Associações Animal para tecer considerações sobre a vacinação anti-rábica, sobre outras doenças que afectam animais domésticos, e sobre o futuro da vacinação em Portugal. (sim, chegou a este ponto!)
Não foram ouvidos ou convidados qualquer organização representante dos serviços veterinários em Portugal, tal como a Ordem dos Médicos Veterinários, a Direcção Geral de Veterinária ou mesmo a nossa Associação.
Se por um lado isto até pudesse ser considerado como uma gaffe jornalística, após leitura da entrevista, verifica-se que as referidas senhoras até falam bem melhor e de uma forma mais assertiva do que muito das direcções veterinárias de Portugal!
Quererá talvez isto apenas manifestar o quadro clínico de desinteresse pelos veterinários de clínica e de saúde pública, tão mal que estes andam representados nas últimas décadas.

Notícia JN:
Raiva está erradicada mas vacina é obrigatória
Doença deixou de merecer atenção, mas ainda é preciso "jogar pelo seguro"
A raiva foi erradicada de Portugal há mais de meio século, mas ainda é preferível "jogar pelo seguro e não descurar" a vacina anti-rábica. Apesar de obrigatória, nem sempre é administrada. Um problema, quando um quarto dos cães não tem assistência.
A raiva é uma doença contagiosa de elevada mortalidade que afecta animais e pode ser transmitida aos humanos. Oficialmente erradicada em Portugal desde 1956, graças a campanhas anuais e sistemáticas de vacinação, justifica a vacina anti-rábica obrigatória.
A presidente da Associação Animal, Rita Silva, salienta a importância de "jogar pelo seguro" e "não descurar a vacina", que, "em muitos casos, não é administrada aos animais domésticos por descuido, falta de informação ou dinheiro".
Por ocasião Dia Mundial da Luta Contra a Raiva, que se assinala hoje, a dirigente lamenta que a doença já não receba a "devida atenção em Portugal", lembrando que "ratos e morcegos podem estar contaminados e infectar animais de estimação", sobretudo cães e gatos.
Apesar da obrigatoriedade da vacina e de o licenciamento de cães nas juntas de freguesia só poder ser feito mediante apresentação da prova de vacinação, Rita Silva critica a "falta de fiscalização objectiva da doença no país, especialmente nas zonas rurais".
A fiscalização "deveria ser obrigatória, também por uma questão de saúde pública" e o "ideal seria a obrigatoriedade de uma vacinação completa", disse, citada pela Lusa. "A legislação devia prever uma vacinação obrigatória contra as principais doenças que podem afectar cães e gatos, entre as quais a esgana, leptospirose, parvovirose canina, piroplasmose, herpesvirose e tosse canil", afirma.
A ideia é defendida também pela presidente da Liga Portuguesa dos Direitos do Animal, Maria do Céu Sampaio. "Salvaguardaria a saúde e o bem-estar dos animais, assim como a saúde pública", justifica.
A dirigente reconhece haver duas orientações divergentes entre os veterinários quanto à vacinação: "Uns entendem que se deve continuar a vacinar todos os anos; outros, apenas de três a três anos".
Ambas criticam o facto de em Portugal se desconhecer o número global dos animais vacinados. Maria do Céu Sampaio defende "um controlo e intervenção mais eficazes por parte das autarquias", as quais devem "proporcionar aos munícipes idosos ou com recursos financeiros limitados a vacinação gratuita dos seus animais".
Um em cada quatro cães não recebe qualquer tipo de assistência médica-veterinária em Portugal, onde a despesa com animais de estimação é inferior em 33,8% à média da União Europeia.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Hoje é o Dia Mundial da Raiva

Dia Mundial da Raiva - 28 Setembro
A raiva é uma doença contagiosa de elevada mortalidade que se transmite a Humanos sobretudo através da mordedura dos cães doentes.
Em Portugal a doença é considerada oficialmente erradicada desde 1956.
Os serviços veterinários Portugueses têm mantido uma campanha de vacinação anual obrigatória, sistemática desde 1926. Foi a eficácia dessas campanhas que permitiu erradicar a doença, sendo Portugal uns dos primeiros países do mundo a obter o estatuto de «País oficialmente indemne de Raiva».
Existe ainda a obrigatoriedade de registo e licença para todos os canídeos nas Juntas de Freguesia sendo que a prova de vacinação anti-rábica é um dos requisitos para aemissão da licença.
Existe também um programa de controlo sobre as populações de cães errantes e assilvestrados que é executado pelas Câmaras Municipais.
Desde 1995, existe ainda um programa de epidemiovigilância nos animais silvestres (raposa e saca rabos), que são submetidos a pesquisa laboratorial.
Até à presente data todos os resultados têm sido negativos nestes animais.

domingo, 27 de setembro de 2009

[MVM Oeiras] Comemoração do Dia Mundial do Animal, 3 e 4



Na sequência do Plano Estratégico para a Gestão de Animais de Companhia, em implementação no município, é objectivo promover um conjunto de acções que visem alertar para o dever de cidadania e de consciência ambiental no seio da comunidade, com o objectivo de se atingir uma relação harmoniosa entre pessoas, animais de companhia e ambiente.
Neste âmbito e por ocasião da Comemoração do Dia Mundial do Animal, a Câmara Municipal irá promover um evento no Jardim Municipal de Oeiras, no dia 3 de Outubro, das 10h00 às 18h00, que contempla um conjunto de actividades nomeadamente, campanha de adopção de animais, exposição de associações e entidades relacionadas com os animais, demonstrações de horseball infantil, maneio de póneis, desfile de cavaleiros, demonstração de provas de obediência canina e outras actividades cinotécnicas, pinturas faciais, insufláveis, animações, jogos ambientais que focam a temática dos animais, destinadas a crianças e famílias.
Também no dia 4 de Outubro, das 10:00H às 17:00H, se promoverá um evento na Fundição de Oeiras, integrado na Exposição dos 250 anos do Municipio, e que consistirá em actividades lúdico-pedagógicas para crianças, animações com pinturas faciais e modelagem de balões, e uma peça de teatro sobre a temática animal.

Com os melhores cumprimentos
Luísa Carmona

sábado, 26 de setembro de 2009

Novidades e melhorias da ANVETEM

Caro Colega,
No decurso do nosso I Encontro, foram recebidas inúmeras propostas de melhoria pelos colegas presentes, tendo duas delas sido imediatamente adoptadas:
1) a criação de uma base de dados de animais encontrados com microchip cujos donos não constam das bases de dados habituais
2) um resumo dos sites para adopção dos animais dos CROAs geridos pelos colegas municipais.
Os Colegas interessados em participar devem enviar os seus respectivos dados que ficarão disponíveis em: http://anvetem.blogspot.com/, "novidade", lado superior direito.
Acreditamos estar assim a prestar um serviço útil, cujo interesse é confirmado pelas centenas de apelos e e-mails que temos recebido no sentido de agilizar e facilitar a consulta desses dois universos de informação.
Obrigada
ANVETEM

press-release:
"Respondendo a inumeros e contínuos apelos da Sociedade, no âmbito da divulgação de animais para adopção em centros de recolha oficiais de animais (canis/gatis municipais) bem como de animais encontrados ou perdidos com "microchip" mas que não se encontram em nenhuma das duas bases de dados existentes - SIRA (privada, Sistema de Registo Animal) e SICAFE (oficial, Sistema de Identificação de Caninos e Felinos), a ANVETEM criou duas bases de dados, passíveis de serem consultadas pela população em geral e pelos médicos veterinários em particular, e que visam optimizar estes dois universos de informação.
Deste modo, encontrará em http://anvetem.blogspot.com/, "novidades/bases de dados", informações sobre as questões referidas que visam potenciar a adopção consciente de animais a partir de canis/gatis municipais bem como o (re)encontro de donos com os seus respectivos animais, cujo "microchip" não apareça em nenhuma das bases de dados existentes.

ANVETEM - Associação Nacional de Médicos Veterinários dos Municípios"

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

[Circos] DL255/09 - Condições de polícia sanitária aplicáveis aos circos

Foi aprovado ontem o novo decreto-Lei 255/09 que estabelece as condições de polícia sanitária aplicáveis à circulação de animais de circo e outros números com animais entre Estados membros, e aprova as normas de identificação, registo, circulação e protecção dos animais utilizados em circos, exposições itinerantes, números com animais e manifestações similares em território nacional.
De referir que mais uma vez o Médico veterinário Municipal é um dos agentes fiscalizadores do cumprimento destas condições (juntamente com a GNR, DGV e outras entidades) pelo que sugere a ANVETEM que os colegas transmitam esta informação à respectiva Divisão/Departamento Municipal que emite as respectivas licenças que autorizam a permanência e espectáculos de circos, em cada Concelho, a fim de ser solicitada sempre a vistoria da Autoridade veterinária local (MVM).

Clique aqui para ver o novo Decreto

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Concurso para a Câmara da Trofa e para a de Felgueiras

Câmara Municipal de Felgueiras
Nível Orgânico: Câmaras Municipais
Organismo: Câmara Municipal - Felgueiras
Destinatários: Jovens entre os 18 e os 30 anos possuidores de Licenciatura (nível de qualificação V) ou Bacharelato (nível qualificação IV) que se encontrem nas seguintes condições:
- Recém saídos dos sistemas de educação e formação à procura do 1º emprego;
- Desempregados à procura de novo emprego.
http://naturlink.sapo.pt/article.aspx?menuid=23&cid=9170&bl=1
..............
Câmara Municipal de Trofa
Estágio Profissional - Med. Veterinária II (m/f)
Nível Orgânico: Câmaras Municipais
Organismo: Câmara Municipal - Trofa
Destinatários: Jovens entre os 18 e os 30 anos possuidores de Licenciatura (nível de qualificação V) ou Bacharelato (nível qualificação IV) que se encontrem nas seguintes condições:
- Recém saídos dos sistemas de educação e formação à procura do 1º emprego;
- Desempregados à procura de novo emprego.
http://naturlink.sapo.pt/article.aspx?menuid=23&cid=9171&bl=1

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Porque devem as Associações vacinar os seus animais contra a Raiva

Uma veterinária inglesa em acérrima defesa da vacinação regular anti-rábica;
Site muito interessante; de referir que no reino unido há muitas associações contra as vacinações por razões de bem-estar animal e de saúde dos mesmos (?!?).

"Till then, I would hope you’d consider my position as a servant of public health. Because regardless of what might truly be what’s best best for your pet’s health (being the lone unvaccinate in a sea of vaccinates is undoubtedly ideal), I don’t believe the rest of the world deserves to suffer the heightened threat of rabies on the basis of our personal preferences."

Tradução:
"Eu espero que considerem a minha posição como um agente de saúde pública. Porque independentemente do que possa ser verdadeiramente melhor, o que é melhor para a saúde do seu animal de estimação era ser o único não-vacinado em um mar de animais vacinados (ideal sem dúvida - ironia), eu não acredito que o resto do mundo merece sofrer a ameaça aumentada da raiva, com base das nossas preferências pessoais."

http://www.dolittler.com/2009/09/17/The.trouble.with.rabies.vaccines.including.one.possibility.you.may.not.expect..html

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Sucesso do I encontro dos Médicos veterinários dos Municípios

A vida é a arte do encontro, embora haja tantos desencontros pela vida.” (Vinícius de Moraes)


O I Encontro de médicos veterinários dos municípios teve como palco um Oeste solarengo e prazenteiro que, entre o solar de uns dos melhores vinhos do país, a magia das muralhas de Óbidos e a imensidão do Atlântico observada de uma especial "nau dos corvos", nos ajudou a reflectir sobre a maioria dos temas que preenchem o dia-a-dia de um(a) moderno(a) e actualizado (a) médico (a) veterinário (a) municipal.

A ANVETEM agradece especialmente aos Municípios do Bombarral, de Óbidos e de Peniche por toda a hospitalidade e simpatia, bem como o apoio dado a este Encontro pelas empresas do sector: Virbac, Schering e Ceva.

Aproveitamos, evidentemente, para agradecer a todos os Colegas e respectivos familiares que estiveram presentes e que enriqueceram este fim-de-semana de troca de experiências, de ideias, de novas propostas e sugestões para o futuro.

Foram recebidas inúmeras propostas de melhoria pelos colegas presentes, tendo duas delas sido imediatamente adoptadas, que foram a criação de uma base de dados de animais encontrados com microchip cujos donos não constam do Sicafe e do Sira, e um resumo dos animais para adopção dos CROAs geridos pelos colegas municipais.

Marcado está já o Encontro de 2010 - destino: Lousã.
Esperando poder vir a reunir cada vez mais Colegas, numa perspectiva de entreajuda e de trabalho de equipa, acreditamos poder contribuir para esta "arte do encontro" entre os médicos veterinários municipais.

Fotografias
Mesa da Assembleia Geral no Auditório da Autarquia do Bombarral


30 colegas assistiram à assembleia geral


Reconhecimento pelos colegas do trabalho desenvolvido pela ANVETEM


Agradecimento à Presidente Ana Elisa

Final da Assembleia da ANVETEM


Jantar em Óbidos oferecido pelos patrocinadores do evento


Visita guiada a Óbidos


À descoberta de Óbidos


Almoço em Peniche com a amável presença do Sr. Presidente da Autarquia penichense

domingo, 20 de setembro de 2009

Autarquia nazarena promove adopção de animais

http://www.gazetacaldas.com/Desenvol.asp?NID=27567

Dar uma casa aos animais recolhidos nas ruas e que não são reclamados pelos donos é o objectivo da Câmara Municipal da Nazaré, que iniciou esta semana o processo de adopção dos animais abandonados.
No arranque deste projecto o número de interessados ultrapassou o de animais recolhidos, sendo que todos os cães que actualmente estão no Canil Municipal já têm para onde ir.
Para concluir o processo de adopção, o veterinário municipal tem estado a verificar as condições sanitárias de que vão usufruir os animais e têm sido tratados os formalismos legais obrigatórios.
Entretanto, está a avançar a instalação de um canil intermunicipal, que sirva os concelhos de Alcobaça e Nazaré. O local foi já requalificado e dentro de pouco tempo deverá ser colocada a nova estrutura do canil, que permitirá melhores condições aos animais enquanto estes aguardam pelo seu dono, ou por uma nova casa.
A adopção de animais é um processo para continuar. Assim, quem quiser acolher um animal tudo o que tem a fazer é contactar a Divisão de Ambiente e Serviços Urbanos da autarquia e formalizar a sua intenção.

sábado, 19 de setembro de 2009

Congresso da Ordem dos Médicos Veterinários - 3, 4 e 5 de Outubro

http://www.omv.pt/noticias/vi-congresso-omv-programa-completo-e-ficha-de-inscricao

A Ordem dos Médicos Veterinários vai realizar o seu VI Congresso nos dias 3, 4 e 5 de Outubro de 2009, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Os temas seleccionados para o VI Congresso englobam a área dos animais de companhia, desporto e produção, bem como as restantes áreas de actuação dos Médicos Veterinários: Municípios, Serviços Oficiais, Inspecção Sanitária e Higiene e Saúde Pública. Destacam-se ainda aspectos relacionados com a Ética e Deontologia Profissional, Ensino e Formação Veterinária, bem como o debate dos temas: “O Médico Veterinário na Actualidade” e “Novas Oportunidades Profissionais”.
Importa salientar que no dia 4 de Outubro será dado especial ênfase ao dia do Médico Veterinário, que se celebra nesta data.

Quaisquer esclarecimentos poderão ser obtidos junto do Secretariado da O.M.V., através dos contactos habituais (T: 21 3129370; F: 213129379; E: omv@omv.pt).

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

I encontro dos MVMs - é já amanha!

Irá decorrer no dias 19 e 20 de Setembro, entre Bombarral, Óbidos e Peniche, o I Encontro de Médicos Veterinários Municipais.

Os Médicos Veterinários Municipais, cujo primeiro registo de actividade remonta a cerca de 1850, detêm actualmente funções da maior importância na defesa da saúde pública, na vigilância e controlo da qualidade e segurança alimentar, na protecção e defesa do bem-estar animal, na luta contra os maus-tratos, violência e abandono de animais, além de outras áreas de actividade, relacionadas com desenvolvimento rural, promoção de produtos tradicionais, etc.

Neste I Encontro irão ser debatidos, entre outros, temas relacionados coma protecção dos animais de companhia, as actuais condições de muitos canis/gatis municipais e o programa profiláctico oficial de vacinação e identificação de cães e gatos. A necessidade de implementação de políticas de esterilização de animais bem como a aposta na divulgação de campanhas de "adopção" dos mesmos ou, ainda, a necessidade de um maior esforço na educação e sensibilização das populações sobre estes temas, serão igualmente temas de debate.

Este evento é promovido pela ANVETEM - Associação Nacional de Médicos Veterinários dos Municípios.